Andresa Espindula
Não me ame assim

Porque é Natal…

Porque é Natal…

 

As pessoas pensam que só porque é natal, todo mundo tem de estar feliz, cantarolar por ai, correr entre uma plantação de pinheiros e festejar todos os dias ate a chegada do GRANDE dia. O problema é que a vida real foge muito dos filmes natalinos, onde eu moro não tem neve, não tem plantação de pinheiro, não tem Papai Noel aparecendo em todos os lugares para me ajudar a encontrar o amor na época de natal. Não ache que estou sendo pessimista, você ainda não me conhece bem, deixa eu facilitar as coisas, vou me apresentar e ai depois você me entenderá.

Me chamo Amélia, tenho 26 anos, comecei três faculdades desde que terminei o ensino médio, mas tranquei todas, não me encontrei na aula de Designer, não me encontrei na faculdade de Direito nem na de Fisioterapia, meus pais dizem que preciso me esforçar porque no começo toda profissão é chata, porem eu não sinto isso, sinto que não ainda não consegui descobrir minha vocação, meu chamado, meu destino ou seja lá como você chama. Primeiro quesito, vida profissional, você já viu que estou toda embolada e toda cheia de indecisões. Ah, claro que não fico em casa o tempo todo de pernas para o ar, eu trabalho para ganhar meu dinheiro e me manter num apto que moro com outras duas meninas no centro da cidade. Trabalho numa floricultura, não amo, nem odeio. Sobrevivo lá todos os dias, todos os meses, desde o ultimo ano da escola. Vamos para o segundo ponto, relacionamentos, um caos tão grande quanto a parte profissional, não que eu ache que já devesse estar casada, porem, nunca senti esse tal de amor, já namorei uns dois meninos, fiquei com outros, já me livrei de embuste,  tudo normal, mas não sei, não consigo sentir nada mais que carinho, ate estava envolvida a duas semanas atrás, achei que com o Luan seria diferente, achei que amaria ele, que seria o grande amor da minha vida, mas ai ele viajou, ficou três dias sem falar comigo e eu percebi que não sentia falta, percebi que não sentia saudades dele. Ele notou também que não sentia nada por mim, e juntos terminamos, continuamos amigos, às vezes ele passa lá em casa para me dar boa noite, ou para a gente rachar uma pizza. Mas, fica só nisso, e então ele vai embora e minha vida continua tudo igual. As meninas que moram comigo são uns amores. A parte amizade e a parte família podem anotar ai que estas estão bem resolvidas.

Um dia como qualquer outro, comecei cedo na floricultura porque um carregamento de flores vermelhas natalinas chegaria se você não sabe o nome desta flor, vou te dizer, ela se chama poinsétia, tudo bem, eu levei alguns natais para decorar o nome dela, prefiro chama-la de flor de natal, porque aqui pela floricultura ela só aparece nesta época. Voltando ao meu dia, sai cedo de casa e tudo estava normalmente normal. Cheguei na floricultura arrumei a vitrine, separei um espaço para as poinsétia, e fiquei esperando o carregamento. O pessoal da transportadora se atrasou cerca de uma hora e meia, tudo bem, imprevistos acontecem. Os meninos desceram todos os vasos e arranjos e colocaram nos lugares que pedi, porem um dos meninos me surpreendeu me dando um vaso de flor, que segundo ele, eram especiais e vieram direto do polo norte para mim, no bilhete do vaso dizia “De: Papai Noel / Para: Amélia”, de todas as cantadas que ganhei essa entrou para a lista das mais fofas, no entanto, o menino do transporte disse que não era uma cantada pelo menos não dele, que ele era casado e bem resolvido com seu marido. Sim, marido! Oras, comecei a rir. Se essas flores tivessem chegado a quatro natais atrás, ‘tá tudo bem, três natais atrás, eu acreditaria ser do Papai Noel, mas depois dos perrengues que passei que não valem a pena nem serem contados aqui, eu deixei de acreditar no tal bom velhinho que presenteava crianças boazinhas. Eu iria devolver o “presente”, mas os meninos já haviam indo embora, fiquei com aquele vaso em cima da mesa, me encarando, eu olhei, virei, olhei de todos os ângulos e nada encontrei.



Bem, eu não encontrei, mas uma luz me encontrou, e acredite você ou não, acordei dentro de um quarto, que não era o meu, com um vestido que não era meu, com nada meu na verdade, a não ser o bendito vaso, que estava ali na cabeceira e que agora tinha um cartão junto, que dizia assim: “Quando você achar o significado, tudo voltara ao normal, quando seu tempo estiver esgotado, nada mais será igual. Ass: Papai Noel. PSs: acredite meu bem, eu tenho alguns poderes que não são descritos em historias. PSss: Não ligue para as rimas, é minha paixão secreta. Shhhh.”. Quando foi que começaram a me drogar sem eu perceber? Flores do papai noel, um quarto e roupas bem estranhas do Papai Noel? Qual é? Estão fazendo alguma pegadinha nova com floriculturas e eu não sei? Ai meu Deus, será que vou virar um meme, ou pior um desses vídeos do YouTube que viraliza, ai meu Deus. Bom, segundo o bilhete do tal Papai Noel, eu tenho que achar o significado, mas de que? Da vida, do amor, do natal? Ao invés de se preocupar com a rima, que nem foi tão boa, ele podia me dar mais detalhes ne?! Resolvi sair do quarto de ir desbravar o lugar onde eu estava, assim que sai na porta uma mulher vestida de empregada me perguntou se eu precisava de ajuda, eu disse que não e ela se retirou, depois fiquei pensando que eu poderia ter pedido ajuda para entender o que estava acontecendo, continuei andando e me senti perdida, começou a me faltar o ar e eu então notei que o vestido era muito apertado, comecei a ficar tonta e resolvi sentar, respira, Amélia, foco.

Sei que estava na floricultura, ganhei um vaso do Senhor Papai Noel Misterioso Cheio de Rimas, ai bum, uma luz branca, acordei com um vestido apertado, num quarto bem diferente, com um bilhete do Senhor Papai Noel MCdeR e agora estou perdida andando no que parece ser um castelo, e pior ainda parece ser meu, porque já passei por quadros meus, quando digo meus, me refiro a fotos minhas, com coroas, com vestidos diferentes e ai meu Deus, um quadro gigante na minha frente, eu com um caro vestido de príncipe, lindo, um príncipe de verdade, embaixo tinha escrito algo assim: “PRINCESA  AMELIA E PRINCIPE DARDAN – CASAMENTO REAL.” Como assim? Casamento? Princesa? Princegato? Oi? Escutei alguém vindo, e tentei, juro que tentei, com todas minhas forças me levantar do chão. IMPOSSIVEL, eu acabei foi caindo de pernas para cima como uma tartaruga, me digam, para que tanta saia? Coisas apertadas? Babados? OOOOOOOIIIIII? Calma, Amélia, Foco. Vai dar tudo certo. Adivinhem quem era? Sim, ele mesmo, o Gatocepe. Digo o Pricegato, não, espera Príncipe Gato. Dardan. Lindo. Ah não, eu já li uma historia dessa, a mocinha viaja no tempo conhece um cara lindo, se apaixona e ai pronto, puf, volta pra casa dela, para a vida normal e sem graça e ai ela sofre porque esta apaixonada, ai meu Deus, eu não lembro o final da história, eu estava assistindo com o Luan, ou será que foi com o Antônio? Não lembro como termina isso. Pois bem, eu nunca amei ninguém, não amaria agora ne? Mas e se eu….

– Amélia meu amor. O que houve? Porque você esta deitada ai? Te procurei por todos os lugares depois do almoço e não te encontrei.

– ahn, oi, eu, eu, eu estava no meu quarto e então resolvi vim dar uma olhada nos quadros e vi um rato, me assustei e cai.

– Vem, deixa eu te ajudar a levantar. Pensei que poderíamos dar uma volta pela cidade e escolher o pinheiro de natal, e então como manda a nossa tradição, decoraríamos ele e a casa toda.

Anotação mental. Príncipe carinhoso, amável, prestativo, lindo, educado, cheiroso….

– Boa ideia. Estou me sentindo meio esquecida hoje, mas, se você me ajudar, lembrarei de tudo. Vai me dizendo o que devo fazer ou como agir.

-Meu bem, você esta se sentindo mal?

-Não, não, coisa linda, estou bem, só esquecida. Acho que é a idade…

-26 anos, idade? Sua boba. Obrigado pelo elogio, embora você nunca tenha me chamado de “coisa linda”.

-E do que eu te chamo?

– de amor, de paixão, de ar, porque você diz que precisa de mim para  viver, como você precisa do ar.

Anotação metal dois: desde quando fiquei assim melosa? Ok. Ele vale a pena.

– Se a minha princesa esta se sentindo esquecida, deixe-me lembra-la de duas coisas. Uma: Eu amo muito você. Dois: Lembra disso?



Sim, caros amigos, ele me beijou, e eu lembrei do beijo  dele mesmo sem  nunca ter lembrado. Eu lembrei do amor que sentia por ele mesmo sem nunca ter sentido, lembrei do toque dele mesmo sem nunca ter tido. Mas, sei la como, me lembrei, e queria ficar me lembrando mais e mais e mais, mas ai a mesma luz voltou e eu estava dormindo na mesa da floricultura. Agora não sei se tudo foi um sonho, se estava sob efeito de alguma coisa. Ou o que de fato aconteceu. Mas, eu quero de volta, quero meu príncipe, quero o Dardan e a arvore que iriamos montar, quero os momentos que iriamos viver, meu peito estava doendo de saudade, como e porque eu não sei, a uns 10 anos eu tento amar alguém e nunca havia conseguido, em segundos, amei um príncipe e agora não o tenho. Quero dormir, quero reviver, e não sei como. A flor, o vaso, isso… Procurei por toda a floricultura e não achei. Nem vaso, nem flor, nem bilhete, nem nada. Valeu Senhor PNMCdeR. Estava terminando de limpar a mesa do escritório que estava babada do meu incrível cochilo, quando o sinal da porta de entrada toca, levanto desanimadamente meu rosto para olhar o novo freguês e sim, GRITEEEEEEM! Muito conto de fadas, muito conto natalino, muito sim, obrigadaaaa DEUS! Era o Dardan. Porem parecia que ele não sabia quem eu era. Eu só precisava beija-lo. E eu iria. E então teria o natal dos filmes, o Dardan era meu espirito de natal, era a minha magia, era o meu Papai Noel, ele era o tudo o que eu procurava, era o meu significado. Era meu verdadeiro amor. E então, o resto eu descobriria depois.

 

6 comentários

  1. Karoline disse:

    Finalmente me atualizei de todos os contos agora. Posso estar apaixonada? Também tenho uma queda terrível por filme Natalino. Parabéns, Andresa! <3

  2. @leitorareal disse:

    Quero um Dardan também sz

  3. Fantastic blog you have here but I was wondering if you knew of any community forums that cover the same topics discussed in this article?
    I’d really love to be a part of online community where I
    can get opinions from other knowledgeable individuals that share the same interest.
    If you have any suggestions, please let me know. Thanks!

  4. I couldn’t resist commenting. Exceptionally well written!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *